Imprensa

Presos de Aparecida podem estar trabalhando em obra da nova unidade de Anápolis

Conforme edição do jornal O Popular desta segunda-feira (27), o tempo de permanência dos presos oriundos da Penitenciária Odenir Guimarães, de Aparecida de Goiânia, pode ser inferior aos 15 dias permitidos pela juíza Lara Gonzada de Siqueira na unidade ainda não inaugurada de Anápolis.

“Informação de familiares e um agente de segurança é que a transferência será nesta semana”, diz a reportagem assinada pela repórter Sarah Teófilo.

O texto também traz que, enquanto ficam por lá, os presos podem estar trabalhando na obra do presídio.

Quer comentar?

Comentários