Segurança Pública

Polícia Civil empreende caçada para prender João de Deus

Após o juiz Fernando Chacha determinar na manhã desta sexta-feira (14) a prisão imediata de João de Deus, a Polícia Civil tenta localizá-lo.

As residências do médium em Anápolis já foram visitadas por agentes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC). O mesmo ocorreu em Abadiânia, cidade onde o religioso atende na Casa Dom Inácio de Loyola.

Uma coletiva de imprensa com o chefe da Polícia Civil no estado, André Fernandes, chegou a ser anunciada para às 16h, em Goiânia, mas foi cancelada.

Informalmente, pessoas ligadas a João de Deus sustentam que ele prefere se entregar e estaria negociando, via advogados, uma rendição que lhe garanta o mínimo de exposição e a integridade dele.

O religioso tem dito a amigos que teme ser agredido e até mesmo sofrer violência sexual caso seja obrigado a conviver com outros presos.

Quer comentar?

Comentários