(Foto: Ilustração)
Economia

O que falta para o Centro de Distribuição do Magazine Luiza em Anápolis sair do papel

No mês de maio, o Governo de Goiás e o Magazine Luiza anunciaram que a empresa escolheu Anápolis para montar seu mais novo Centro de Distribuição (CD). O valor estimado para o investimento é de R$ 40 milhões e deve gerar centenas de empregos diretos e indiretos.

A escolha por Anápolis se deu pela infraestrutura e o potencial logístico que a cidade tem, além da proximidade com Brasília e Mato Grosso. A entrega da obra ficou prevista para ocorrer em no máximo dois anos e, quando pronta, deve baratear o frete dos produtos adquiridos pela internet na região.

A rede de varejos tem pressa e o Governo de Goiás tenta viabilizar uma área de 90 mil m² para a instalação do empreendimento.

(Foto: Ilustração)

Em conversa com o Portal 6, o secretário de Desenvolvimento Leandro Ribeiro (PTB) disse que muita coisa já foi feita para atender a empresa. Porém, há empecilhos pelos caminho, que devem ser contornados assim passar as eleições.

“Estamos aguardando o recesso desse período eleitoral. É uma demanda delicada porque nós já temos todos os programas de incentivos convalidados e consolidados. Temor que achar um termo de acordo que atenda o Magazine Luiza e que não fira a nossa nossa legislação [estadual]”, explicou.

Segundo Leandro, um detalhe específico em dois programas estaduais de incentivo dificulta a transação.

“A legislação [de incentivo] atende empresas que tenham um Centro de Distribuição único e o do Magazine Luiza teria de ser localizado no DAIA. Como a empresa tem mais de 800 lojas em todo o país, ela tem vários CD’s e isso fere o nosso programa de incentivos”, lembra;

“Temos que achar outro meio de incentivar o Magazine Luiza a vir, não pelo Progredir ou Produzir, que não atende as demandas da empresa”, emenda.

Quer comentar?

Comentários