Obra da Câmara Municipal paralisada por problemas de projeto e execução. (Foto: Reprodução)
Imprensa

JN está produzindo reportagem sobre obra da Câmara Municipal de Anápolis

Atualizado em 29/08 com acréscimo de informações

Os crassos erros de projeto e execução da obra do novo prédio da Câmara Municipal de Anápolis voltam a ser pautados pela Rede Globo.

O experiente Roberto Kovalic, repórter fixo do Jornal Nacional, trabalha numa reportagem especial sobre o caso. Ele já ouviu o promotor Arthur José Jacon Matias, titular da 11ª Promotoria de Justiça em Anápolis, e o atual presidente do legislativo local, Amilton Filho (SDD).

Atualmente, o Ministério Público Estadual toca com extrema urgência a conclusão do laudo da perícia feita pelo setor de engenharia do órgão.

Por e-mail, o promotor disse ao repórter da Globo nesta quarta-feira (02) que assim que constatado a responsabilidade individualizada pelos problemas, o Ministério Público vai promover uma ação de responsabilidade por improbidade administrativa contra ‘os culpados visando ao ressarcimento integral do dano, perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio’.

A obra foi viabilizada pelo ex-prefeito Antônio Gomide (PT) e tocada, a partir da ordem de serviço em 15 de maio de 2014, pelo sucessor João Gomes (ex-PT).

Ainda segundo o promotor “se concorrer esta circunstância [o MP pedirá a] perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos, pagamento de multa civil de até duas vezes o valor do dano e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos”.

A reportagem ainda não tem data para ir ao no Jornal Nacional.

Quer comentar?

Comentários